sábado, 23 de outubro de 2010

Fui Sabendo de Mim

Fui sabendo de mim
por aquilo que perdia

pedaços que saíram de mim
com o mistério de serem poucos
e valerem só quando os perdia

fui ficando
por umbrais
aquém do passo
que nunca ousei

eu vi
a árvore morta
e soube que mentia

Mia Couto, in "Raiz de Orvalho e Outros Poemas"
 
Wendel Cavalcante 

4 comentários:

Facundo disse...

Wendel! Muito massa teu poema... E a foto então, fabulosa!!!!

Parabéns grande mestre!

:-)

Wendel Cavalcante disse...

Valeu, George!
Mas o Poema é do Mia Couto!
Abração!

Valdecy Alves disse...

A Declaração Universal dos Direitos Humanos completou 62 anos em dezembro. Conheça a Declaração, o que é direito humano e divulgue. Sem respeito a tão importante documento, torna-se impossível a construção de uma sociedade justa, humana e solidária.

Clezio Facundo disse...

mente pensante!