segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Meus dedos

Meus dedos às vezes me surpreendem.
Fico cheio deles quando me sinto intocável.
Quando o ver e o julgar são meus e não de alguém
Meto os dedos pelos olhos de outrem: atitude abominável.
Dedos que, quando curvados, somam-se ao punho cerrado
E cedem ao capricho traiçoeiro e incontrolável
De empreender força e poder, num gesto obcecado.

Dedos que quando confabulam por vezes me traem.
Querem para si, o dom do rei Midas - mito ou realidade? Não importa.
O fato é que Baco, com pesar, consentiu o desejo do pobre homem.
E o poder do toque de ouro, prosperidade tola, escolha torta
Logo trouxe ao monarca horror, desespero, aflição.
E aí meus dedos viraram-se para mim, abrindo assim a porta
Dizendo: é tudo efêmero, passageiro, vão. Queres morrer de inanição?

Dedos justapostos, gesto de reverência, fragilidade,
[contrição.
Dedos entrelaçados que retardam o agir,
[procrastinação.
Dedos que insistem em não se encolher
Apesar da dor dos anéis que se foram e dos que ainda se vão,
[não temer.

Indicadores e médios estalados: som, ritmo e cadência.
Mindinhos que não se dobram sem os anulares:
Força da dependência ou poder natural da influência?
Dedos presentes até na promessa escoteira
Indicador, médio e anular nos lembram, como uma flor de lis
O compromisso para com Deus e a Pátria brasileira,
Ajudar o próximo em toda e qualquer ocasião, assim o promessado diz.

Dedos que individualmente nos ensinam também na lida.
Polegar que funciona como termômetro da vida:
Para baixo: tô fraco, devagar, negativo, sem futuro, vaia em “u”;
Para cima: beleza, legal, positivo, pode crer, tudo azul!
Médio que quando altivo oprime toda mão,
Torna-se feio, grosso, mal educado, inconveniente, torpe palavrão.
É cascudo violento, bronca, malvadeza, tolice, esforço em vão.

Indicador em riste é dono da verdade, todo orgulhoso.
Tem mínimo, anular e médio como antítese incontestável;
Obriga o polegar a colocar alguém como mentiroso.
O anular, onde ordinariamente encontra-se algum anel,
Quer seja de formatura, compromisso, aliança, tucum,
Insiste em nos perguntar, às vezes, com gosto de fel:
Ei, psiu! Por ventura esquecestes que és tu?

O mindinho é completude, virtude, simplicidade!
O Presidente Luis Inácio Lula da Silva, mecânico, torneiro
Não pode fazer conchinha nem coçar o ouvido, verdade!
Não parou com a prensa que a vida lhe deu, em frente, companheiro!
Até Baden Powell, na África, aprendeu essa lição de amizade:
Sela o aperto de mão esquerda, do lado do coração do guerreiro
Que baixa o escudo em reconhecimento, confiança, sinceridade!

Dedos meus com os quais sempre converso
Ponta com ponta: polegares no queixo, indicadores sobre o nariz,
Reflexões tamanhas, pensamentos e enredos em prosa e verso
É como pondera, às vezes ligeiro, outras sem pressa, o eterno aprendiz.
E assim seguem os dez dedos meus.
Partes contidas no todo desse humano corpo:
Morada do Espírito, Templo de Deus.

Abração a tod@s!

10 comentários:

BomBom disse...

massa!!! xD

dedos que muitas vezes mostram sentimentos que não conseguimos expressar de outra maneira a não ser por eles.

refiro-me também a arte de tocar um instrumento musical, onde os dedos encantam por seus movimentos, sensibildade, vibrações e sentimento, expressão poderosa que nos atinge profundamente e que é capaz de fazer coisas magníficas.

um grande abraço e um Feliz 2009 com o polegar apontado pra cima te dizendo que vai ser legal!!

Vlw

grande abraço

bequinha disse...

Adorei! Tantas coisas a gente pode fazer com os dedos...Nem me lembrava! E são só dedos ;D

soin disse...

mto bom.

unknown_maths disse...

Show de bola!!

Pena que os repetidos movimentos que faço enquanto digito não conseguem me expressar tão bem. Mas quem sabe até quando não é?

Abraço,
Delson

PIXEL disse...

com os dedos as pessoas podem passar emoçoes e sentimentos, no momento que essa pessoa so pode se comunicar com as mao.

pode-se com os dedos passar incentivo e desmotivaçao, proporcionando tambem,sensaçoes fantasticas

abraços

D.Cosmo disse...

Dedos num sao apenas dedos hehe
é um demonstrador de modos xD
doidera o texto!
abraçooo

Alysson disse...

E aí Wendel! Perdi muito tempo sem visitar seu blog!! Não há forma melhor de expressar idéias e sentimentos do que em versos. Parabéns pelo dom do uso das palavras que Deus lhe deu.

Neto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Neto disse...

Muito bom!

Realmente os dedos são uma forma de nos expressarmos magnifica.

Anso disse...

Axo q Faltou um dedo porra!